domingo, 8 de dezembro de 2013

Projeto Partituras #3:Triunvirato (para 3 baterias)

O conceito desta peça é unir três bateristas em um jogo musical, tendo como base ritmos, solos e formas tradicionais. As características principais da composição são: a utilização de elementos como dinâmica, frases que complementam uma bateria à outra, imitações melódicas de frases distribuídas em diferentes partes aplicadas a cada bateria, solos individuais e "grand finale" executado pelos três bateristas em uníssono. A abertura é feita na bateria 1, com um rulo fechado na caixa durante dois tempos, que é complementado pela bateria 2 e concluído pela bateria 3, durante um crescendo de quatro tempos, preparando para as figuras em uníssono que serão executadas pelas três baterias. Esta Intro é uma preparação para o primeiro solo livre, executado pelo baterista 1, baseado em samba. Ao finalizá-lo, ele toca quatro compassos pertinentes ao cânone para três baterias, o qual consiste na repetição dos quatro compassos, contando sempre com dois compassos de atraso entre os bateristas. Ao terminar sua participação, o baterista 1 toca um ritmo em semicolcheias no contratempo com o bumbo, sempre na primeira semínima do compasso. Os outros bateristas seguirão esta sequência ao terminarem suas participações no cânone. Esta levada do baterista 1 será a base para o solo do baterista 2 durante alguns compassos. Depois deste acompanhamento, o baterista 2 toca sozinho, para terminar o solo e preparar para a terceira intervenção escrita da peça, ou seja, as células rítmicas repetidas em peças diferentes de cada bateria. Para encerrar esta parte, cada baterista toca a mesma preparação também em peças distintas em cada bateria, terminando em uníssono na frase preparatória para o solo de salsa do baterista 3. Ao final do solo, o baterista 1 inicia a sessão da troca de quatro compassos entre os três bateristas, que poderá ser de muita criatividade se cada um introduzir idéias diferentes em termos de dinâmica e de mudanças ritmicas. Será atribuído ao baterista 1, o retorno para o "grand finale" da peça, com preparação de um compasso como introdução aos oito que se seguem, constituídos de frases em uníssono. Caberá aos bateristas a decisão dos momentos de dinâmica nas diferentes partes. Desta forma, estarão imprimindo uma forma pessoal de interpretação.




Partituras:







Nenhum comentário:

Postar um comentário