terça-feira, 24 de setembro de 2013

Segundo Prêmio de música das Minas Gerais






Durante minha passagem por Ouro Preto em Minas Gerais, pude presenciar um festival de música que acontecia, era o Prêmio de música das Minas Gerais. O Prêmio está em sua segunda edição, e tem como proposito apresentar e premiar grupos musicais do Estado de Minas Gerais, o estilo é livre, e devem ser músicas feitas na língua portuguesa (não sendo aceito musicas instrumentais) e devem ser inéditas.
O Festival é viabilizado pelo Grupo Pássaro verde, com gestão da Espaço Ampliar-Assessoria, Projetos eEventos.
Foram cerca de 400 bandas inscritas, onde apenas 45 foram para a semifinal, dividindo-se 15 para a etapa de Diamantina, 15 em Montes Claros e 15 em Ouro Preto. De cada uma dessas cidades passam 4 bandas para a grande final
Desses 12 primeiros colocados serão escolhidas três bandas que serão premiadas com uma quantia em dinheiro e a gravação de um CD.

“O Prêmio de Música das Minas Gerais, lançado em 2012, vem agregar ao portifólio de projetos do Grupo, mais uma iniciativa que visa aproximar as comunidades da arte, além de revelar e despertar novos talentos”. Marcilio Alves – Gerente de Comunicação do Grupo Pássaro Verde


Impressões da Euterpe
Foi interessante ver como está o cenário mineiro de música popular, observei que a grande maioria de bandas inscritas são do gênero “Rock", mas a mistura está sempre muito presente em grande parte das bandas, mostrando que esses sempre buscam no regionalismo sua fonte de inspiração.
Alguns grupos se destacaram mais que outros, isso é natural em um evento do tipo onde se reune uma grande diversidade musical, vou listar aqui alguns grupos que me chamaram a atenção, independente se tenham chegado a final, merecem reconhecimento:

A banda “PilRegional” que veio com a música Ser-tão mineiro”, com um rock que lembrou muito o movimento Manguebeat, um rock que mistura o regionalismo e principalmente o forró.
"Em 2002, Pil Regional & Erva Nativa fizeram uma turnê em cidades da região metropolitana de Belo Horizonte e outros Estados. Já no ano de 2003, Pil começou de cara nova aproveitando o que tinha do Forró- pé-de serra misturado com: Xote, Xaxado, Ritmos Afros, Maracatu, Embolada, Baião, Bumba meu Boi, Frevo, Carimbó, Rock e algumas levadas de Reggae, criando assim sua identidade." (http://pilregional.tnb.art.br/)
 https://soundcloud.com/premiodemusicaminas/serta-o-mineiro


A banda "SuperSanos" também mandou bem com sua música "O Homem por trás da Máscara", Rock pop de boa qualidade e instrumental bem feito com uma levada empolgante.
O Grupo "Teto Preto" também trabalhou com um estilo regionalista na música "Festa do Povo", a rima lembrando bem os cantadores e repentistas nordestinos está presente no clima da música, e uma guitarra que lembra antigas bandas como "Ave Sangria".
"
Utilizar da memória popular para tentar reconstituir o que foi perdido ou está no esquecimento pela grande maioria. Integrar a diversidade de identidades culturais, mesclando ritmos e estilos variados."


Durante o festival o músico Douglas Oliveira mandou muito bem com a música "Se você quiser voar". Douglas tem uma voz muito afinada e de timbre agradável, a música é muito bem construida, com um instrumental impecável e uma leveza que se harmoniza perfeitamente com a voz do músico.
https://soundcloud.com/douglasoliveiramusico/se-voc-quiser-voar



Dudu Mendes foi uma ótima surpresa nesse festival, a principio a música segue de forma progressivamente a um instrumental mais abrangente, lembrando um pouco músicos consagrados da MPB, impressiona por sua letra e a forma como ganha mais energia.
https://soundcloud.com/premiodemusicaminas/lobo-guara
Youtube: http://www.youtube.com/watch?v=8-KLtrxeaCk



Mel Freire roubou a noite, fechou o festival com a melhor música da noite, em um sambinha muito bom,  voz agradável e afinada de Mel. destaque também para os músicos, todos de ótima qualidade. a música se chama "Vou me Mudar"
https://soundcloud.com/premiodemusicaminas/vou-me-mudar



A banda "!Slama" com a música "10.000 MW" pode não ter ganhado o festival, mas achei um dos melhores representantes do Rock da noite, principalmente por mostarem perfeitamente a filosofia "Sexo, Drogas e Rock Roll". Acredito que representaram bem o BRock, com um som instrumental e letras simples, mas que pega aquele espirito do Rock Roll básico: sem frescuras ou requintes, onde só basta ter uma guitarra na mão e muita vontade. Detalhe fica para performance dos músicos no palco. Acredito que deveriam pelo menos ganhar o prêmio simpatia da noite.

Taquinho de Minas, me chamou a atenção com sua música "História de Negro", que fala sobre a história do Negro africano contrabandeado nos navios negreiros, a letra é formidável. Pude ter o prazer de entrevistar Taquinho... Além de músico Taquinho também é escritor com dois livros publicados, o romance "Rio de Lágrimas" e os contos "Viagem de trem", com a música "História de Negro", ele já concorreu a vinte festivais. Taquinho conta que a música "História de Negro" foi inspirada no livro "Escrava Isaura" de Bernardo Guimarães e "Senzala" de Salvador Gentili. O próximo livro que pretende lançar vai se chamar "Flor de Engenho", um livro sobre escravos. Ele pretende não só ressaltar o sofrimento dos negros mas também a cultura que aqui deixaram. Taquinho também tem músicas voltadas para a preservação ecológica.
"Para que o dia desejar as estrelas, se o que as faz luzentes é a escuridão que ele não tem!"
contato do músico por email: taquinhodeminas@oi.com.br
https://soundcloud.com/premiodemusicaminas/histo-ria-de-negro

Finalistas da Etapa Ouro Preto e a grande final
foram as bandas "Vitrolas" com a música "Ela", "Mel Freire" com "Vou mudar", "Dudu Mendes" com "Lobo guará" e "Douglas Oliveira" com "Se você quiser voar".

A grande final agora será no dia 5  de outubro de 2013 em Sete Lagoas, na Praça da Feirinha, será que alguém de ouro Preto fica entre os finalistas? Esperamos que sim, e torcemos para que os finalistas consigam vencer essa última etapa.

Para ouvir todas as músicas das três etapas clique aqui.



Nenhum comentário:

Postar um comentário