terça-feira, 30 de outubro de 2012

Dia das Bruxas, Samhaim, Dia do Saci e outros.



Dia 31 é o dia das Bruxas (Halloween), mas tal movimento cultural é basicamente dos paises de Lingua inglesa, essa data comemorativa tem uma origem bem antiga, vem dos povos que habitaram a Gália e as ilhas da Grã-Bretanha por volta do século VI e foi posteriormente exportada para os Estados Unidos onde foi popularizada.
Originalmente era o festival de Samhaim (quer dizer “fim do verão”), era celebrado dia 30 de outubro e 2 de novembro onde cultuavam os mortos. Com a invasão dos Romanos, tal cultura acabou se mesclando e posteriormente com a Cristianização também ganhou nova roupagem.
A festa dos mortos era uma das mais importantes, pois para os celtas o local onde os mortos habitavam era um lugar de paz, sem dor e onde não passavam fome, nesse dia os mortos voltavam para visitar suas famílias, e guiar seus parentes ao outro mundo.
Como o dia das Bruxas é aceito no Brasil
Na década de 80 e 90 era comum as pessoas sairem fantasiadas na rua, essa pratica foi sumindo com o tempo, permaneceu apenas presente nos Shoppings centers e casas noturnas que promovem festas a fantasia.
Por se tratar de uma festa de cultura externa, muitas pessoas rejeitam a data, como em São Luiz do Paraitinga, cidade paulista, que acabou decretando no dia 31 o dia do Saci Pererê, de forma a valorizar a cultura brasileira, existe um projeto de lei federal de nº 2.762, de 2003 elaborado por Chico Alencar e Ângela Guadagnin em contraposição ao dia das bruxas.
Os protestos são foco de intenso debate sobre se é certo comemorar uma data que não faz parte da cultura brasileria, observo que festas hoje são promovidas como um carnaval fora de época, e não existe a intenção de comemorar a tradição do dia das bruxas, até porque muita gente mal sabe a origem do Haloween, e seus motivos de existir, mas mesmo que aparentemente a festa exista apenas como festejo, não podemos negar que se trata de influência da cultura americana no Brasil (Quando esses pegam a tradição inglesa e a popularizam), que tomou conta em muitas areas artisticas, como na música e principalmente no Cinema.

Saci
O Saci-pererê é um personagem muito conhecido no folclore brasileiro, sua origem é um pouco incerta, mas provavelmente surgiu entre os povos indigenas da região Sul do Brasil, no século XVIII era apresentado como um menino indigena e com rabo, com a migração da Lenda para outras partes do País, o saci acabou tomando a forma de um jovem negro e com apenas uma perna, o gorro vermelho e o cachimbo seriam referência a cultura africana, as vezes é retratado como brincalhão e algumas vezes perverso. O saci se descola em um redemoinho de vento, em algumas regiões do Brasil ele pode ser representado da forma invisivel, quando o mesmo invade o quintal das casas deixando os animais inquietos, ele ainda pode chicotear alguns bichos domésticos nessas invasões; quando um dos pares de um calçado some, também atribuem as peripécias do Saci.
Sua primeira representação foi feita por Monteiro Lobato no Sitio do Pica-Pau Amarelo.

Zombie Walk
Com base no dia dos mortos, as pessoas estipularam o dia “Zombie Walk”, onde todos se vestem como zumbis, e caminham nas ruas como uma verdadeira horda de mortos-vivos ao melhor estilo Romero de ser. O primeiro Zombie Walk teria ocorrido em Toronto em 2003, muitos outros foram realizados pelo mundo mas sem uma data certa, aos poucos procura-se estipular a data fixa de 2 de novembro, que tem referência ao Samhaim.
para quem está interessado vai acontecer no Rio nesse dia 2 de novembro a sexta edição do Zombie Walk
• Mais informações no site oficial: www.zombiewalkrj.com.br

Músicas relacionadas
Podemos falar da trilha sonora do primeiro filme “Night of the Living Dead” de 1990 dirigido por Tom Savini (o original é de 1968 de George Romero), com a trilha sonora composta por Paul McCollough, e a mais recente série “The Waking Dead” desenvolvida por Frank Darabont baseada no quadrinho de mesmo nome, com o compostor Bear McCreary.
Vale a pena conferir as duas trilhas e ver a diferença; enquanto Paul segue uma linha quase New Age, com batidas eletrônicas e até mesmo um solo repetitivo de guitarra, Bear aposta no minimalismo para criar uma clima tenso, com a repetição sistemática da mesma melodia, acompanhada de ataques vigorosos e dramáticos, é interessante observar como a música no cinema mudou em vinte anos.

Night Of The Living Dead (1990) - Original soundtrack by Paul McCollough


The Walking Dead OST - 01. Bear McCreary - Main Title 

 

Parte do tema tocado


                                    


Sobre o Saçi temos uma série de músicas bem divertidas, como o Centenário a Monteiro Lobato feito pela Globo em 1982,onde Jorge Ben canta.





Músicas infantis como "Pererê" de Valter Silva no álbum "tempo de brincar"


 

Temos a Música "Saci" de Valter Silva também.
http://www.radio.uol.com.br/#/letras-e-musicas/valter-silva/o-saci/2448559

Metallica pega como tema o evento da explosão nuclear em Tunguska para ser o cenário de uma de suas músicas, “All Nightmare Long “ , segundo a história fantasiosa da música (e que algumas pessoas afirmar não ser tão fantasiosa assim, pois é
baseada em fatos), a explosão teria trago organismos alienigenas em formato de esporos que poderiam reanimar o tecido morto, ou seja, fazendo os mortos se reanimarem. Os soviéticos usam a descoberta e lançam sobre os EUA, onde acaba eclodindo um apocalypse zumbi, dessa forma oferecem a ajuda vendendo seus serviços, usam robos gigantes para limpar os Estados Unidos dessa praga de mortos.
Interessante ao final da música e do video, algo dá errado entre soviéticos...
O estilo do clip é bem parecido com os filmes de Zumbi ao melhor estilo Romero
 
Michale Jackson vai ao cinema, e depois dança com os mortos, o clip foi muito bem feito, melhor até que muitos filmes de zumbi que sairam bastante tempo depois, é um clássico.

Outro que não pode deixar de ser citado é o ator e cantor Chiranjeevi, ficou muito conhecido na internet depois que fez uma paródia do Thriller de Michael Jackson, aqui apelidado de Golimar, pois é o que parece que ele fala no clip o tempo todo.
 


Bibliografia [acessado em 30/10/2012]






Nenhum comentário:

Postar um comentário